Bienvenido
51
52
53
54
55
56
57
58
59
60
61
62
63
64
65
66
67
68
69
70
71
72
73
74
75
76
77
78
79
80
81
82
83
84
85
86
87-88
89
90
91
92
93
Contactar
Buscar
94


Designed by:
SiteGround web hosting Joomla Templates

Huerto efervescente / Matilde Campilho PDF Imprimir E-Mail

Donde tú buscabas

el rostro de Artemisa
Yo encontraba la cara
de Charlie Brown
Donde tú bailabas
al son del piano
de W. A. Mozart
Yo tocaba una bachata
Donde tú buscabas
los trozos perdidos
de los vasos etruscos
Yo iba a buscar los
pedazos de las canicas
Donde tú te entregabas
a la práctica de la devoción
Yo entregaba mi cuerpo
al box y a las carreras
Donde tú plantabas
la madreselva
Yo metía el tallo todo
de la amarilla flor amarga
en mi boca
Donde tú pedías
un té de tila
Yo ordenaba
una Coca-Cola
Donde tú eras
todo el río Tajo
Yo era todo mar
Donde tú susurrabas
un etílico Adiós
Yo decía a voz en cuello ¡Chao!
Donde tú te pintabas
el vientre de negro y cenizas
Yo enarbolaba
el rosa violento
Tú planeabas
yo caminaba
Tú bandeja de plata,
Yo cubiertos de plástico
Tú quinoa y aguacate
Yo bistec y papas fritas
Tú mademoiselle
Tú monsieur
Yo un decidido chaval
Yo esa chava
Donde tú eras el viento
Yo era sol de 35 grados
Y después un día tú
y yo nos encontramos
Y en la lengua arcaica
tú me dijiste
Mi cuerpo es agua
Y en la lengua ordinaria
yo te dije
Mi cuerpo es agua
And that was it
That was beauty
Black pink grey
windy sunny
perfect beauty.

Versión del portugués de Blanca Luz Pulido

__________
Horto efeverescente
Onde você procurava / o rosto de Artemis / Eu achava a cara / de Charlie Brown / Onde você dançava / ao som do piano forte / de W. A. Mozart / Eu tocava uma bachata / Onde você catava / os cacos perdidos / dos vasos etruscos / Eu ia em busca das / lascas dos berlindes / Onde você se entregava / ao exercício da devoção / Eu entregava meu corpo / ao boxe e à corrida / Onde você plantava / a madressilva / Eu metia o caule / da amarela flor azeda / todo na minha boca / Onde você pedia / um chá de tília / Eu mandava / vir a Coca-Cola / Onde você era / todo o rio Tejo / Eu era tudo mar / Onde você sussurrava / um etílico Adieu / Eu abria o peito em Ciao! / Onde você pintava / o ventre de negro e cinza / Eu envergava / o rosa choque / Você planava / Eu caminhava / Você bandeja de prata / Eu talher de plástico / Você quinoa e abacate / Eu bife e batata frita / Você mademoiselle / Você monsieur / Eu o firme gaiato / Eu a tal cachopa / Onde você era o vento / Eu era sol de 35 graus / E depois um dia você / e eu nos encontramos / E na língua arcaica / você me disse / Meu corpo é água / E na língua corrente / eu te disse / Meu corpo é água / And that was it / That was beauty / Black pink grey / windy sunny / perfect beauty.



 
< Anterior   Siguiente >

https://luvina.com.mx/foros, Powered by Joomla! and designed by SiteGround web hosting